Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

GAMERS PARADISE

GAMERS PARADISE

Sony revela God of War

hogwart, 21.02.04

sonycomp.gif

A Sony CE America revelou hoje numa reunião particular realizada em Santa Monica o desenvolvimento de um novo título de acção em terceira pessoa exclusivo para PlayStation 2 chamado God of War. Este é o mais novo projecto da equipa de directores criativos que nos trouxeram a viciante série Twisted Metal e que actualmente trabalham no estúdio de Santa Monica da Sony. Segundo a empresa, God of War está em desenvolvimento desde 2002 sob a direcção de David Jaffe, que ofereceu aos presentes pormenores da sua nova obra. God of War usa a mitologia grega como pano de fundo e colocará o jogador na pele de um soldado de Sparta reformado, que se encontra insatisfeito com a sua vidinha. Logo no início, ele tenta suicidar-se, atirando-se de um penhasco. O jogo vai decorrer de uma maneira pouco usual: durante a queda, ele terá flashbacks das últimas 3 semanas da sua vida e é aqui que o jogador entra. Um dos heróicos feitos deste guerreiro nesse conturbado período da sua vida foi partir numa jornada cujo objectivo era de matar o Deus da Guerra chamado Ares. Para algo tão grandioso, ele vai precisar da lendária Caixa de Pandora, a mais poderosa de todas as armas, segundo a história [do jogo]. É claro que adquiri-la será tão difícil quanto matar o próprio Ares, já que ela encontra-se dentro de uma enorme fortaleza no interior de uma montanha. Esse castelo está infestado com monstros tirados da mitologia grega como ciclopes, minotauros, medusas entre outros, além de centenas de puzzles e armadilhas mortais. GoW terá mais de uma hora de cut-scenes e finais múltiplos. O sistema de combate permitirá ao jogador utilizar duas espadas gémeas e 15 movimentos individuais que se poderá linkar da forma que se quiser, garantindo uma inacreditável variedade de combos, que serão contados por um medidor. Uma vez cheio, poderemos transformarmo-nos numa criatura muito poderosa (qual, não foi mencionada). Este sistema é muito variado, permitindo que o nosso personagem seja capaz de golpear mesmo quando estiver a subir por uma corda, por exemplo. Na mesma situação, ele é capaz de agarrar um inimigo com as pernas, partir-lhe o pescoço, e continuar a sua escalada. Se já não bastassem as dezenas de golpes disponíveis de início e as outras dezenas que aparecerão no decorrer do jogo, o jogador ainda poderá ser cúmplice do sadismo de David Jaffe. Quando tivermos espancado suficientemente um dos nossos inimigos, um ícone com o botão "círculo" aparecerá na cabeça dele indicando que está na hora de eliminá-lo. Ao apertar um botão, uma sequência de 8 comandos aparecerá e se acertarmos na respectiva sequência, será aplicado um golpe mortal espectacular no nosso rival. Além das espadas, o nosso herói sem nome ainda terá ao seu dispor, habilidades e artefactos mágicos. Há diferentes tipos de magias que podem ser aplicadas quando a quantidade certa de MP estiver disponível (apanhando Orbs adquirimos mais MP). Alguns "itens" podem ser um pouco estranhos, como é o caso da cabeça da Medusa que pode ser usada para paralisar inimigos. Os puzzles também são muito sádicos. Mesmo os mais simples como colocar um item numa ranhura, vão levar o jogador quase ao desespero. Se não entendermos bem a cabeça dos designers, não conseguiremos resolve-los sem algum tipo de ajuda. Por exemplo, um deles exigia que arrancasse-mos a cabeça de um inimigo para coloca-la num buraco (imagino que alguns passassem metade do jogo à procura de um "objecto arredondado"). Para um outro é necessário um sacrifício de fogo para passar. Não vai ser nada fácil, com certeza. God of War deverá ser novamente apresentado na E3 deste ano e nestes 3 meses que faltam, ainda muita coisa será aperfeiçoada na parte visual (pelas imagens, o trabalho está a ficar excelente). O jogo tem lançamento marcado para o primeiro trimestre de 2005 e nós traremos mais detalhes assim que estiverem disponíveis. Fiquem com as imagens.


Imagem1 Imagem2 Imagem3 Imagem4 Imagem5 Imagem6