Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

GAMERS PARADISE

GAMERS PARADISE

Análise - Resident Evil 4

hogwart, 16.04.05

resievil4_capa.jpg

Resident Evil 4 prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />


Plataforma: GameCube (PS2 em fase de adaptação)


Género: Acção / Aventura / Terror


Lançamento: Já disponível


Desenvolvimento: Capcom


Editora: Capcom


Site oficial: http://capcom.com/re4/


Este jogo deve ser um dos grandes jogos do ano, senão o melhor...Mas vou primeiro falar um pouco da história.


re4_1.jpg

Seis anos depois do incidente em Racoon City, onde se descobriu que a Umbrella Corp. tinha sido a culpada por transformar as pessoas da cidade em seres de fraca regeneração e inteligência (zombies), Leon está de volta ao activo. A sua missão é resgatar a filha do presidente dos E.U.A. , que foi raptada por um grupo e se diz ter sido avistada por território Europeu, numa província Espanhola.


Mas os habitantes não são nada amistosos, diga-se de passagem. E é aqui que a aventura começa.


re4_2.jpg

Este jogo dispensa então os Zombies como inimigos principais, mas tal facto só nos põe em sarilhos. Os habitantes da aldeia, apesar da motivação para nos matar, são bastante inteligentes. Em vez de andarem a passo, correm para nós (não sempre) e possuem armas, tal como machados, forquilhas e até cocktails molotovs. Se vocês se esconderem numa casa para os evitar, eles tentarão entrar por onde conseguirem (se barricarem a porta, eles tentam entrar pelas janelas, por exemplo. Se treparem uma escada e a deitarem abaixo, eles levantam a escada para continuarem atrás de vocês. Senão, pode-se contar em que eles comecem a atirar as suas armas.


re4_3.jpg

Falando em armas, existe um grande leque de armas que pode ser comprado a um vendedor, espalhado por várias áreas. Podem também fazer upgrades às características das vossas armas, tal como o Poder de Fogo, Capacidade, Velocidade de Reload e Velocidade de Disparos.


As armas, cartuchos, ervas medicinais, etc.. está condicionado ao espaço que houver na vossa mala (ao longo da aventura poderão comprar malas maiores).


Quanto à jogabilidade, não é linear, e podem imaginar várias maneiras de escapar e eliminar os vossos inimigos).


re4_4.jpg

A câmara centra-se nas costas de Leon, e mesmo que a câmara não seja fixa, também não é totalmente livre.


Leon só pode disparar enquanto está parado, portanto, convém manter uma distância mínima entre nós e os inimigos. A maneira mais fácil de eliminar os villagers é através de um headshot, mas mais à frente podem-se arrepender desses headshots....


re4_5.jpg

Os inimigos não são sempre villagers, e vão ver de tudo no ambiente aterrador de Resident Evil 4. A versão felizmente não foi censurada, e Leon também pode morrer de várias maneiras possíveis. Até agora, enquanto jogava já cortaram a cabeça de Leon, comeram-na, cobriram-na de ácido, entre outras mortes.


A mecânica do jogo requer um pouco de habituação, mas depois de algumas horas de jogo chega-se lá.


re4_6.jpg

O grafismo é simplesmente soberbo. É o melhor grafismo que vi numa Gamecube.


O som é excelente, e é isso mesmo que se requer num jogo deste tipo. Imaginem o que é entrar num esgoto, com a água pelos pés, e ouvir algo a correr (aproximando-se cada vez mais, mas continuamos sem ver o que é). São capazes de resolver tirar uma pausa antes de querer continuar.


re4_7.jpg

Quanto à longevidade, basta dizer que o jogo trás dois cd's e que pomos o segundo assim que acabarmos o primeiro. Mas mesmo assim, sem ter ainda chegado ao fim do jogo e tendo 12:00 horas e tal de jogo, digo-vos que a longevidade é maior que a maioria deste género de jogos. Além disso, esqueçam que conseguem completar o jogo uma vez com todos os upgrades e armas.


re4_8.jpg

Passo então a avaliar o jogo:


Gráficos: 10 / 10 (Simplesmente excelentes)


Jogabilidade: 9 / 10 (Nada linear, apenas requer um pouco de habituação)


Som: 10 / 10 (Uso excepcional do som, o que resulta em perfeito com o ambiente do jogo. As vozes assentam bastante bem na personagem)


Longevidade: 10 / 10 (O jogo em si já é grande, mas devem voltá-lo a jogar uma segunda vez, nem que seja para jogar num grau de dificuldade mais difícil)


Opinião Final: 10 / 10 (Um excelente jogo em todos os parâmetros. Obrigatório a quem tem uma Gamecube)


Analisado por: Ridley

3 comentários

Comentar post